Programa Bicicleta Brasil

As melhorias trazidas pela Lei 13.724/18

 

Com o intuito de incentivar novas alternativas de transportes privados denominados de submoldais, a Lei federal nº 13.724/18 foi instituída para dar incentivo a inserção da bicicleta como meio de transporte, com vistas à melhoria das condições de mobilidade urbana, trazendo as diretrizes necessárias para sua implementação.

A sua finalidade primordial é estimular a utilização de transportes que menos agridem o meio ambiente, além de trazer o incentivo de construção de ciclovias, ciclofaixas e faixas compartilhadas.

A implantação de aluguéis de bicicletas a baixo custo em terminais de transporte coletivo, centros comerciais e locais de grande fluxo; a construção de bicicletários nos terminais de transporte; a instalação de paraciclos ao longo das vias e estacionamentos apropriados; e a realização de campanhas de incentivo ao uso da bicicleta irá trazer para as cidades melhor fluidez no trânsito deste que seja tecnicamente implementada dentro das diretrizes urbanas.

O importante é relembrar que as bicicletas dentro desta lei servem para melhorar a mobilidade urbana a fim de incentivar o deslocamento rápido entre terminais, corredores, estações do metrô ou pontos estratégicos visando melhorar o trânsito local das cidades.  

Mas é de suma importância que antes da implementação das bicicletas- denominados de submoldais, é imprescindível um estudo de viabilidade técnica para melhor identificar os pontos nevrálgicos para sua implementação, dando melhor sintonia entre todos os meios de transportes, em especial, o transporte coletivo.

Tanto sendo prestado diretamente ou por meio das concessões de serviço público, o transporte coletivo, deverá ter total sintonia com este submoldais, o que se faz por meio destes estudos técnicos. A finalidade é buscar a melhor integração possível com o transporte coletivo sem tirar dele a sua saúde financeira e técnica.

Desta forma, o essencial desta lei é buscar a conscientização do uso de transportes sustentáveis e os incentivos do transporte coletivo com uma perfeita integração na busca retirar aos poucos do sistema  os veiculos automotores particulares, um  pior dos males desta década para mobilidade urbana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>